Celulose moldada – ou plástico?


 

Os consumidores na Alemanha, França e Polónia preferem claramente as embalagens de Celulose moldada às embalagens de plástico. O menor impacto no ambiente deste tipo de material contribui consideravelmente para este facto.

A EMFA pretende descobrir, através de um estudo de mercado, de que forma os consumidores descrevem as vantagens e desvantagens dos materiais de embalagem, principalmente dos produtos de Celulose moldada em relação aos plásticos.

O objectivo do estudo era saber

  • qual a impressão sensorial, táctil das embalagens
  • qual a impressão estética e óptica proporcionada pelas embalagens
  • que materiais são considerados melhores em geral
  • que material cria uma maior disposição para a compra do respectivo produto

O inquérito da associação de consumidores foi concebido como um estudo frente-a-frente em vários estúdios de ensaio em 3 países: Alemanha, França e Polónia.

As variantes de embalagens de Celulose moldada testadas ultrapassaram significativamente as variantes de embalagens de plástico testadas em quase todos os aspectos considerados: aspecto geral, disposição para a compra, percepção de valor.

Em comparação directa entre os dois materiais de embalagem, 9 em cada 10 respondentes iriam optar pela Celulose moldada.

A avaliação detalhada mostra grandes benefícios dos produtos de Celulose moldada, especialmente em relação aos seguintes aspectos: é amiga do ambiente, "é amiga do ambiente", "é específica do produto", "é agradável ao toque", é reciclável", "é biodegradável/compostável", "é natural", "tem um fecho prático", "é agradável".